26 de dezembro de 2018

Horas Macabras - Fréia Crivelaro

Título Original: "--" | Autor(a): Fréia Crivelaro | Gênero: Suspense e Mistério | Ano: 2018 | Páginas: 30 | Editora: Amazon | Skoob | Ler um Trecho | Data da Leitura: 17/11/2018


Sinopse: Imagine o seguinte cenário: "Uma mulher acorda no meio da noite com uma forte sensação de que algo ou alguém está em seu quarto. Ela tenta se mover e logo descobre que está completamente paralisada, exceto seus olhos que observam tudo ao redor. Ela vê estranhas luzes, sons de sirene e sente uma vibração na cama...”. Muitas pessoas vivenciam durante a paralisia do sono sensação de falta de ar, alucinações, uma presença malévola no quarto ou a sensação de estar morrendo. Dificilmente alguns episódios da paralisia são acompanhados de sentimentos de queda, flutuação ou a sensação de estar fora do corpo, mas não é descartada a possibilidade. Por isso, alguns cientistas propuseram essa condição como uma explicação para os relatos de abduções alienígenas e encontros fantasmagóricos. Estima-se que entre 5 a 60% das pessoas experimentam a paralisia do sono (essa enorme diferença se dá devido aos diferentes métodos de pesquisa), não há como evitar este fenômeno e a ciência ainda não encontrou a cura.Espero que aproveitem a história e se deliciem ou aterrorizem com a experiência de Sara.

"Horas Macabras" vai nos contar a história de Sara que é mãe e esposa dedicada, além de trabalhar como professora de matemática na escola da filha, porém começou a ter pesadelos aterrorizantes com apenas sete anos de idade, logo após a morte do pai. Aos poucos, seus pesadelos ficaram ainda mais intensos e assustadores, levando-a a recorrer a médiuns e curandeiros para conseguir uma cura. Será que essa condição é apenas médica ou está ligada a alguma maldição?

Li esse conto pelo Kindle Unlimited e este é o conto de estréia da autora Fréia Crivelaro. É um conto de ficção baseado nos distúrbios causados pela paralisia do sono, que a própria autora relata ter desde a infância e eu confesso que não conhecia muito sobre a paralisia do sono, mas a autora nos trás um prefácio que nos explica como esse distúrbio afeta nosso corpo e mente, nos deixando bem mais informados sobre o assunto do livro.
"Comecei a ter pesadelos com sete anos de idade(...)"
A escrita da autora é muito descomplicada e a leitura flui de maneira rápida. Com pouco tempo você devora o conto para saber como Sara se livrará de suas paralisias do sono e quanto mais você lê, mais você se aterroriza com os acontecimentos em seus "sonhos".

Fréia consegue nos prender com sua escrita e a maneira aterrorizante com que narra os pesadelos de Sara. A história nos deixa curiosos para saber se ela conseguirá se livrar do ciclo maligno que rodeia ela e sua família. Infelizmente não posso falar muito sobre o conto pois ele é bem curtinho e qualquer palavra a mais pode estragar todo o terror que envolve a história.

Com um tema pouco conhecido e uma narrativa pra lá de arrepiante, Fréia Crivelaro estreia com grande estilo no mundo da literatura.

_ _ _ _ 

Fréia nasceu em São Paulo, sempre teve paralisia do sono desde criança e que só veio descobrir o que era já adulta e já sofreu muito com isso visto que na época de sua infância diziam se tratar de "maus espíritos".

A autora adora livros e séries do gênero. Este é seu primeiro conto.

0 comentários:

Postar um comentário

 
© LuMartinho | 2014 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo