12 de setembro de 2019

A Cura (2010)


"A Cura" é uma série brasileira escrita por João Emanuel Carneiro e Marcos Bernstein, e dirigida por Ricardo Waddington que foi exibida no ano de 2010 pela Rede Globo. O elenco conta com Selton Mello, Andreia Horta, Juca de Oliveira (o eterno Albieri) e Caco Ciocler nos papéis principais

Eu não tinha muito o que assistir, é claro que opções não faltam quando você tem Netflix e Globoplay, mas eu queria algo mais leve, sem mortes ou tristezas, também não queria ver nada com muita briga. Estava numa época um pouco sensível e só queria assistir por assistir, sabem?

Encontrei "A Cura" no catálogo da Globoplay e já amando Selton Mello e adorando Andreia Horta, achei que era uma boa escolha para passar o tempo.

A série se desenvolve devagar e vai nos contar a história de Dimas Bevilláqua (Selton Mello) que quando criança, foi acusado de ter causado a morte de um amigo, por isso foi enviado para São Paulo para ser educado em um colégio interno. Agora formado médico, Dimas retorna a Diamantina após vinte anos para fazer as pazes com o seu passado e, enfim, encarar seu destino. 

Ao mesmo tempo que acompanhamos Dimas, a série nos mostra a história de Silvério, antepassado de Dimas e sua família que vive no século XVIII. Conhecido como um homem cruel e sem limites, Silvério engana a todos e maltrata escravos enquanto garimpava ouro e pedras preciosas do lugar. 

6 de setembro de 2019

Pet Experience - 2019



Aconteceu nos dias 30 e 31 de Agosto e 01 de Setembro no São Paulo Expo, a primeira edição da Pet Experience. Segundo o site "A Pet Experience vai trazer para São Paulo um mundo de imaginação e diversão para os bichinhos e toda a família! Serão 13 Mil m² de muitas atrações para você sair da rotina! Venha curtir o seu fim de semana na Pet Experience".

Compareci ao evento no dia 30 de Agosto. Não sei bem o que eu esperava encontrar na feira, mas não me senti totalmente satisfeita com o que encontrei por lá. A entrada estava bem sinalizada e não tinha filas para entrar no evento. Após passar as catracas, nos deparamos com uma pista enorme onde aconteciam competições e demonstrações de agility com cachorros.

Estande Royal Canin - *Foto: Pet Experience - Facebook
Falando em organização, não tive problemas em encontrar nada, pois estava tudo sinalizado com placas grandes e suspensas, o que te permitia ver as informações mesmo com a feira lotada. Existiam diversos pipi stops, mas nada impedia que os cães fizessem xixi onde estavam, o que tornou o deslocamento pela feira dificil, já que você precisava olhar mais para o chão do que para o que estava acontecendo.

Absolutamente TUDO tinha fila. Não sei se a expectativa dos organizadores era baixa, mas para fazer qualquer coisa, até pegar um brinde, era necessário ficar numa fila enorme. Para quem queria se aventurar com seu cão na área Dog Play, era preciso enfrentar uma fila bem demorada e o espaço em geral parecia não estar preparado para comportar a quantidade de cães que entraram no evento.

Agora vem a parte que mais me decepcionou, a área Cat XP. Segundo o site, a área Cat XP era uma área para "os amantes dos felinos também têm espaço garantido no mundo Pet Experience! Uma área com instrutores da Wellfelis e gatinhos da ONG Adote um Gatinho". Era impossível chegar perto da área Cat XP uma vez que colocaram ali a fila para conhecer o Jackson Galaxy. Os expositores não conseguiam dar atenção e as pessoas se aglomeravam para ver o Jackson, o que me impediu de conseguir chegar perto dos instrutores ou dos gatinhos da ONG.

Jackson Galaxy *Foto: Pet Experience - Facebook
Fiquei um pouco decepcionada pois não haviam produtos para serem comprados na hora. Claro que as ONGs estavam vendendo seus produtos por ali, mas  mesmo com muita exposição de areia para gatos não vi caixinhas de areia fora do comum, novidades para gatos ou mesmo brinquedos que costumamos ver gatos de outros países usando. Queria novidades e só encontrei mais do mesmo.

A Expo Felinos era uma tristeza só. Gatinhos cansados, enfiados em gaiolinhas de pano com a água e a comida do lado da caixa de areia, cercados por cachorros e pessoas, sem espaço para se movimentar. Mesmo chamando e falando com os gatos, eles não faziam nada além de ficar deitados. Uma judiação manter gatinhos por mais de dez horas naquelas condições, deveriam ter pensado um pouco melhor sobre a estrutura para a Expo Felinos.

Espero que, para 2020, o evento cresça mais e que os organizadores e apoiadores pensem melhor no que não deu muito certo este ano e aprimorem para o próximo ano, principalmente com relação às atividades para gateiros e novidades para pets.

14 de agosto de 2019

Mega Artesanal - 2019


Aconteceu entre os dias 02 a 07 de Agosto deste ano, no São Paulo Expo, mais uma Mega Artesanal. Uma feira voltada para a arte, artesanato e os empreendedores do setor. Segundo o site "Só uma feira tão completa como a Mega Artesanal, pode oferecer infinitas oportunidades para quem gosta e faz arte e artesanato. São expositores, cursos, produtos, lançamentos, matérias primas, premiações, encontros, negócios e muito mais!"

Como disse no post do ano anterior, visito a feira todos os anos desde 2014 e, desde 2015, ela é realizada no São Paulo Expo. Este ano a feira estava MUITO voltada para o Patchwork. Este ano fui no primeiro dia de feira porque sabia que os outros dias estaria muito frio e eu odeio frio.

Não havia filas para comprar os ingressos na sexta-feira, mas no sábado (que precisei voltar para trocar um produto com defeito) a fila de carros começava pela Rodovia. Levei 40 minutos entre a entrada da rodovia e a feira e mais 45 minutos para comprar o ingresso, isso porque minha mãe é preferencial e eu pude ficar na fila com ela. Gostaria que existissem mais de um posto de venda de ingressos, já que todos os anos o problema com as filas é recorrente. Tanto espaço e apenas algumas cabines.

7 de agosto de 2019

A Mulher Na Cabine 10 - Ruth Ware






Título Original: "The Woman in Cabin 10" | Autor(a): Ruth Ware | Gênero: Suspense e Mistério | Ano: 2017 | Páginas: 320 | Editora: Rocco | Skoob | Ler um Trecho | Data da Leitura: 09/08/2018

Sinopse: Aclamado pela crítica e há mais de 30 semanas na lista dos mais vendidos do The New York Times, A mulher na cabine 10 estabelece de vez Ruth Ware como um dos grandes nomes do suspense contemporâneo, na melhor tradição de Agatha Christie. No livro, uma jornalista de turismo tenta se recuperar de um trauma quando é convidada para cobrir a viagem inaugural de um luxuoso navio. Mas, o que parecia a oportunidade perfeita para se esquecer dos recentes acontecimentos acaba se tornando um pesadelo quando, numa noite durante o cruzeiro, ela vê um corpo sendo jogado ao mar da cabine vizinha à sua. E o pior: os registros do navio mostram que ninguém se hospedara ao seu lado e que a lista de passageiros está completa. Abalada emocionalmente e desacreditada por todos, Lo Blacklock precisa encarar a possibilidade de que talvez tenha cometido um terrível engano. Ou encontrar qualquer prova de que foi testemunha de um crime e de que há um assassino entre as cabines e salões luxuosos e os passageiros indiferentes do Aurora Boreal.

"A Mulher Na Cabine 10" vai nos contar a historia de Lo Blacklock , uma jornalista de turismo que está prestes a ter uma nova chance na carreira. Convidada para cobrir a viagem inaugural do Aurora Boreal, um cruzeiro luxuosíssimo com apenas dez cabines. Todos os convidados são pessoas ilutres como fotógrafos e jornalistas famosos. Tudo ia bem até que, na primeira noite, Lo ouve um barulho na varanda ao lado e ao checar o que era, vê um corpo no mar.

Fiquei presa na leitura de "A Mulher Na Cabine 10" por mais de nove meses. Todo dia eu lia um pouquinho e a leitura não fluia, não andava, ao mesmo tempo em que eu queria saber o que estava acontecendo, quem era a mulher da cabine 10 ou se Ruth estava mesmo alucinando por ter misturado remédios com bebidas.
"Escritas no espelho embaçado, com letras que deviam ter uns quinze centímetros de altura, estavam as palavras 'PARE DE FUÇAR'."
Vocês entendem o quanto isso pode ser complicado para um leitor? O ano de 2017 foi bem difícil pra mim em muitos aspectos da minha vida e mulher na cabine 10 foi o livro que me acompanhou por muitos meses e quando terminei a leitura, senti uma satisfação que não sentia há muito tempo.

1 de agosto de 2019

Inside - A sujeira do Mundo Literário - Camila Deus Dará

Autor(a): Camila Deus Dará | Gênero: Literatura Nacional | Ano: 2018 | Páginas: 93 | Editora: Independente | Skoob | Ler um Trecho | Data da Leitura: 04/12/2018

Sinopse: Inside é um livro sobre relatos de uma escritora que desistiu.
Depois de descobrir que o mercado literário não passava de uma mentira, Coraline Dalto Dutra decidiu contar de forma detalhada todas as coisas ruins que lhe aconteceram e sobre toda a sujeira por trás dos bastidores das publicações. Em poucas páginas ela nos fala sobre como funciona o mercado literário e nos conta sobre todas as editoras desonestas que passaram por sua vida e todas as pessoas que a enganaram e que continuam enganando outros autores por aí.
Se você faz parte desse maravilhoso universo das letras, cuidado, seu nome pode estar escondido em algum capítulo.


Li "Inside - A sujeira do Mundo Literário" através do Kindle Unlimited. Até então não havia tido contato com a escrita da Camila Deus Dará, mas a leitura desse livro foi tão rápida que eu não vi as horas passarem. Camila nos apresenta a história de uma escritora desde o inicio até a quase desistência da carreira.
"Muitos dirão que, no mundo da escrita, todos são unidos; que escritores são uma raça superior, pessoas instruidas, cultas e que respeitam uns aos outros. (...) Bobagem! A maioria só está ali para tentar te derrubar. Muitos fingem que são seus amigos, mas só aparecem quando precisam de favores e de ajuda. Quando você precisa deles, todos somem, ai é cada um por si."
Sendo totalmente reais ou um pouco fantasiosos, os fatos que a Camila coloca em seu livro me fizeram pensar sobre o que eu passei quando resolvi publicar alguma coisa por uma editora. A maioria dos prazos não eram cumpridos, os e-mails nunca eram respondidos e jamais se conseguia contato com alguém lá de dentro. Inclusive, no dia do lançamento, mudaram o horário para beneficiar outra autora com """Mais""" nome e todos os meus amigos e familiares chegaram para um lançamento que não aconteceu, inclusive eu. Explicações? NENHUMA, inclusive fui bem mal tratada pela representante, que também é autora.
"Quanto mais conhecido você fica, mais pessoas te odeiam." 
"O amor pode até criar laços e amizades, mas nada aproxima mais os seres humandos do que o odio em comum."
Tudo o que "Inside - A sujeira do Mundo Literário" fala sobre o ódio que as pessoas, gratuitamente, nutrem por outro alguém que também está lançando um livro ou tentando entrar no mundo literário é real. Sabemos que existe publico para tudo, inclusive para o que já está sendo escrito há séculos e mesmo assim, as pessoas acham que apenas o que elas escrevem é bom e que você não deveria ter a chance de entrar no mercado literário escrevendo seja lá sobre qual gênero for.

26 de julho de 2019

A Outra Sra. Parrish - Liv Constantine


Título Original: "The Last Mrs. Parrish" | Autor(a): Liv Constantine | Gênero: Suspense e Mistério | Ano: 2018 | Páginas: 432 | Editora: HarperCollins Brasil | Skoob | Ler um Trecho | Data da Leitura: 10/07/2019

Sinopse: Amber Patterson não aguenta mais. Está cansada de ser uma ninguém: uma mulher sem graça e invisível que não se destaca na multidão. Ela merece mais – uma vida de dinheiro e poder como a que Daphne Parrish, a deusa loira dos olhos azuis, tem e não valoriza. Para todos na pequena cidade de Bishops Harbor em Connecticut, a socialite e filantropa Daphne e seu marido Jackson, o magnata do mercado imobiliário, são um casal que parece recém-saído de um conto de fadas. A inveja de Amber poderia consumi-la por dentro... Se ela não tivesse um plano. Amber usa da compaixão de Daphne para se inserir na vida da família – o primeiro passo de um esquema meticuloso para destruí-la. Em pouco tempo, ela se torna a amiga mais próxima de Daphne, vai para a Europa com os Parrish e suas duas belas filhas, e se aproxima de Jackson.
No entanto, um fantasma de seu passado pode destruir tudo que ela construiu e, se seu segredo for descoberto, seu plano perfeito pode ir por água abaixo. 
Com reviravoltas chocantes e segredos tão profundos que te deixarão tentando adivinhá-los até o final da história, A Outra Sra. Parrish é um thriller repleto de emoções e completamente viciante, escrito por mãos diabolicamente imaginativas.


"A Outra Sra. Parrish" vai nos contar a história de Amber, uma mulher ambiciosa que, cansada de ser uma ninguém, resolve que merece uma vida de dinheiro e poder. Para que sua vida mude completamente, Amber escolhe Daphne Parrish uma mulher incrivelmente bonita, rica e casada com Jackson Parrish magnata do mercado imobiliário. O plano de Amber é ambicioso, ela precisa se infiltrar na família Parrish , descobrir todos os seus segredos e só então destruí-los.

Comecei a leitura de "A Outra Sra. Parrish" simplesmente pelo nome do livro. O que um livro com esse titulo reservava pra mim? Que história ele me traria? Me recusei a ler qualquer sinopse ou resenha sobre ele, queria que o livro me surpreendesse e até certo ponto ele conseguiu me deixar ávida pela leitura, passava o dia desejando ir pra cama continuar a ler sobre Amber e seu ambicioso plano, mas devo dizer que o livro tem vários gatilhos para pessoas que já passaram por relacionamentos abusivos, até eu fiquei levemente atormentada por alguns dias.

O livro é dividido em duas partes, a primeira é completamente narrada sob a visão de Amber e, devo confessar, até certo ponto da história eu torcia para que Amber conseguisse o que queria e que seu plano desse certo, mas ao mesmo tempo, eu ficava com aquela dúvida, aquela pulguinha atrás da orelha sobre o relacionamento conto de fadas de Daphne e Jackson. Até que ponto todo aquele relacionamento era verdadeiro e porque Amber escolheu os Parrish para o seu plano ao invés de qualquer outro homem rico em Bishops Harbor?

A Segunda parte do livro é narrada por Daphne e, a partir daqui, começamos a conhecer melhor os Parrish. Essa segunda parte não me prendeu por completo, seu início é repleto de cenas que já vimos pelo ponto de vista de Amber e pouco acrescentam no ponto de vista de Daphne, porém, assim que essas cenas acabam e chegamos o mesmo ponto da história que paramos na primeira parte, as reviravoltas começam a dar novos rumos para a história e muitas máscaras caem.

"A Outra Sra. Parrish" é incrível na primeira parte, mas não é tudo aquilo que eu esperava na segunda. Me pareceu que a segunda parte do livro foi feita as pressas ou com algum desleixo, acredito que as autoras poderiam ter caprichado um pouquinho mais e ter feito esse livro ser incrível do começo ao fim. 

Mesmo com pequenos defeitos que não me fizeram amar a história, "A Outra Sra. Parrish" é de nos deixar presos na leitura até o final. As reviravoltas pontuais retomam o fôlego da leitura e quando você souber quem são os Parrishs, você vai torcer ainda mais para que o plano de Amber dê certo.

_ _ _ _ 


LIV CONSTANTINE é o pseudônimo das irmãs Lynne e Valerie Constantine. Separadas por três estados, elas passaram horas e horas fazendo vídeo-chamadas e enchendo a caixa de mensagem uma da outra. Elas atribuem sua habilidade de desenvolver tramas sombrias às horas que passaram ouvindo as histórias da avó grega.
 
© LuMartinho | 2014 | Todos os Direitos Reservados | Criado por: Luciana Martinho | Tecnologia Blogger. imagem-logo